Como se tornar mais inteligente (ou ao menos mais preparado) que o mercado

O investimento em Bolsa não é uma ciência exata. O mindset do investidor deve passar por campos complementares como história e, obviamente, finanças.

“Investir em conhecimento rende sempre os melhores dividendos.” – Benjamin Franklin

Tradicionalmente as três vantagens competitivas do investidor na Bolsa são: ser mais inteligente (ou mais preparado), mais rápido ou ter um horizonte temporal mais longo. Há algumas semanas discutimos como o pequeno investidor pode bater o mercado simplesmente por não ter a necessidade de apresentar resultados imediatos. Poder se dar ao luxo de ter um horizonte de tempo que permita esperar grandes empresas (não empresas grandes), descontadas por algum revés momentâneo, e está é uma vantagem enorme. No entanto, existe uma prática que poucos conhecem para dar uma pequena “encurtada” em seu caminho, deixando-o mais preparado que a maioria do mercado.

O fantástico método na verdade não é desconhecido, embora poucos o pratiquem recorrentemente no mercado financeiro: Leia ótimos livros, das grandes mentes de todos os tempos. Entender como os grandes investidores pensam, agem, e se comportam, certamente irá te ensinar conceitos importantes na bolsa, mas, principalmente, irá ajuda-lo a não cometer diversos erros que poderiam custar alguns anos de suas economias.

Perceba, não existe um livro mágico que irá passar todo caminho do sucesso. Não existem atalhos na formação de patrimônio no mercado financeiro, mas ter o hábito da leitura de qualidade regular certamente vai lhe tornar uma pessoa mais sábia, com menor propensão aos erros. Se ainda não consegui ser efetivo em advogar a favor da leitura, talvez Charlie Munger, no alto dos seus noventa e pouco anos possa ser mais efetivo:

 Em toda a minha vida, eu não conheci nenhuma pessoa sábia (em qualquer segmento da vida) que não leia o tempo todo – nenhuma, zero. Você ficaria espantado com o quanto Warren lê – e com o quanto eu leio. Meus filhos riem de mim. Eles falam que eu sou um livro com um par de pernas.” Charlie Munger

O investimento em Bolsa não é uma ciência exata. Assim, ser bom em fazer contas complexas em uma planilha de excel não é condição suficiente para ser bem-sucedido no mundo das finanças. Na verdade, o mindset do investidor deve passar por campos complementares como história, psicologia, filosofia e, obviamente, finanças. Esses diversos temas, por mais improvável que possa parecer tem alguns pontos de interseção.

Isto posto, eis algumas sugestões de leituras, cinco em inglês e cinco em português:

  • The Most Important Thing, Howard Marks

Outro grande gestor de patrimônios, aborda sobre o pensamento correto para entender o mundo dos investimentos. Entre os temas vale destacar a ideia do pensamento “contrarian”, da importância de entender os ciclos dos mercados, do fator preço etc.

  • The Little Book that Beats the Market, Joel Greenblatt

O gestor explica o racional de se comprar empresas boas no momento em que elas estão sendo negociadas a “preços de banana”, e porque sua fórmula, calçada no value investing continuará performando acima do mercado pelos próximos tempos.

  • Fooled by Randomness, Nassim Taleb

Livro mais antigo e menos famoso do trader libanês é talvez sua obra mais importante. O autor aborda o papel da aleatoriedade que rege o curto prazo da bolsa, e como dar peso excessivo à habilidade do investidor pode acarretar em uma gestão de risco frágil. Por outro lado, entender as incertezas inerentes ao mercado pode ser grande vantagem.

  • All About Asset Alocation, Rick Ferri

Aborda o tema da alocação ativos, um dos mais importantes para investimento de longo prazo. De forma prática ele explica como diversificar entre as classes de ativos da maneira correta, gerenciando riscos e rentabilidade.

  • 100 Baggers: Stocks That Return 100-to-1 and How To Find Them, Chris Mayer

Estuda empresas que multiplicaram de valor por 100 vezes no mercado americano. O objetivo não é dar uma receita exata de como encontrar este tipo de ação, mas sim estudar características comuns, como empresas com baixo valor de mercado e forte potencial de crescimento, fundador na operação, etc.

  • Fora Da Curva, Pierre Moreau e Florian Bartunek

Reúne depoimentos de alguns dos maiores investidores do país, com um total de R$ 80 bilhões sob gestão, sobre casos reais que marcaram suas carreiras, e, principalmente, sobre a forma como cada um enxerga o mercado financeiro 

  • Sonho Grande, Cristiane Correa

Biografia do mais bem-sucedido grupo capitalista brasileiro das últimas décadas, mostra a origem de empresas com pilares fortes, calcados em princípios como eficiência, meritocracia, tomada de risco e foco. O livro não é uma receita exata do sucesso, pois um olhar de trás para a frente pode negligenciar os riscos e incertezas do momento.

  • Tudo ou nada: Eike Batista e a verdadeira história do grupo X, Malu Gaspar

O livro trata basicamente da ascensão e queda de um dos mais famosos empresários do início do século. A parte mais interessante é que ele traça um paralelo interessante com o mercado de capitais no Brasil no período, além de abordar a gestão de risco de empresas do management de uma companhia, ou sua falta.

  • Derrubando Mitos, Phil Rosenzweig

O professor de negócios bate de frente com alguns best sellers que propagam fórmulas exatas sobre sucesso empresarial. O livro fornece uma perspectiva diferente dos consagrados “From good to great” e “Build to last” e foca mais nas incertezas inerentes ao mundo competitivos dos negócios e na gestão dos riscos.

  • O Jeito Warren Buffett de Investir, Robert G. Hagstrom

Como não poderia deixar de ser, encerramos a seção com um livro sobre o mestre do value investing, Warren Buffett. Na obra, são apresentados princípios atemporais que orientam sua filosofia de investimentos, aplicáveis nas diversas circunstâncias e mercados.

O intuito da leitura não é substituir a experiência real do investimento. Isso simplesmente não pode ser feito. A verdade é que o hábito da leitura de qualidade, associado à experiência e às lições advindas dos inevitáveis erros, levam o investidor a um estágio muito mais avançado.

Ler, não só ajuda a incorporar novos conhecimentos, mas tem papel fundamental de fazer o investidor, não importa seu grau de senioridade, pensar e refletir sobre suas experiências passadas e sobre como evoluir.

Aproveite o feriado e boa leitura!