Petrobras 

Do glamour dos anos 2000 para uma empresa em estágio agonizante em dez anos, muito mais por interferência de seu controlador do que por variações do petróleo. O quadro atual inspira um processo de turnaround, até aqui bem executado pela dupla Parente e Monteiro. Sendo assim, a recomendação em PETR4 é mais focada em mudanças nos fundamentos da companhia do que meramente devido às mudanças políticas / macroeconômicas. Os desafios no curto prazo, tanto no cenário político como em questões judiciais e de desinvestimento, permanecem do tamanho da grandeza da estatal, mas certamente menores do que há um ano.

Leia a análise completa e saiba o que fazer em relação às ações PETR4.