Construindo seu Futuro – Boas notícias no horizonte

Boas notícias no horizonte

Segundo o IBGE, o índice que mede a inflação (IPCA) de fevereiro foi de 0,32%, acumulando 2,84% em 12 meses e se mantendo abaixo do piso da meta (3,00%).

Índices baixos, não? Pois é! E foram puxados, principalmente, pela inflação dos alimentos. Qual é a minha projeção? Que estes resultados forcem a manutenção da Selic (taxa básica de juros) por mais um tempo e que, quem sabe, venha por aí mais uma rodada de corte na próxima reunião do Copom. Aguardemos!

A boa notícia é que isso me deixa mais seguro para recomendar fundos imobiliários do tipo “tijolo”. Sabe o motivo? Porque muitos destes FIIs apresentam rendimentos superiores aos da Selic. Para completar, são ativos de qualidade, bem localizados e com contratos de locação firmes.

Nesta última segunda-feira (05/03), publiquei dois de nossos portfólios recomendados para o mês de março, com novidades de layout e acompanhamento de performance. Você já viu?

Por hoje, é só! Tem alguma dúvida ou sugestão de texto sobre fundos imobiliários? Entre em contato comigo pelo e-mail riqueza@elevenfinancial.com.

Não deixe de acompanhar os relatórios do Riqueza em Construção também!

Uma ótima semana a todos.

Um abraço,

Raul Grego

FFCI: O fundo recentemente adquiriu 37% de participação do Edifício Park Morumbi, que passou por processo de retrofit e expansão. O imóvel era locado à instituição educacional internacional Avenues (que optou por exercer sua opção de compra prevista em contrato). Assim, o fundo deverá receber até o dia 16 de março um valor ainda a ser definido. A administradora já trabalha para a aquisição de novo imóvel com expectativa de risco e retorno semelhantes aos do Edifício Morumbi Park.

GGRC: A administradora do fundo constatou um erro no CNPJ da fonte pagadora dos rendimentos informados aos cotistas. A Itaú Corretora de Valores, responsável pela informação, iniciou a confecção dos informes de rendimento devidamente corrigidos a serem enviados. Os investidores deverão aguardar os dados atualizados para a declaração de IR.

CBOP/GRLV/HGBS/HGCR/HGJH/HGLG/HGRE/ATSA/FOFT/TFOF: A CSHG, administradora do fundo, informou aos cotistas que devido a um erro de processamento, os dados do Informe de Rendimentos – Exercício Calendário de 2017 pode apresentar inconsistências. Assim, os cotistas deverão aguardar o novo informe a ser enviado até o final do mês de março. Os investidores deverão esperar as informações atualizadas para a declaração de IR.

HGLG: O fundo que ainda não iniciou seu 2º período de subscrição de cotas remanescentes informou que o montante atualmente subscrito já supera o total da oferta em cerca de R$ 400 milhões. Como a alocação das cotas será feita por ordem de chegada dos pedidos de subscrição, é possível que novos pedidos não sejam considerados após a liquidação das cotas remanescentes subscritas durante o 1º Período de Subscrição de Cotas Remanescentes. A oferta conta com lotes adicionais e suplementares de 20% e 15% da quantidade inicial respectivamente. Assim, há a possibilidade de a oferta ser encerrada anteriormente ao 2º Período de Subscrição de Cotas Remanescentes sem que seja possível a realização de pedidos de subscrição de cotas por pessoas vinculadas à oferta.

IRDM: O fundo de recebíveis imobiliários publicou anúncio de encerramento de distribuição de cota. A oferta captou um total de R$ 108 milhões, com participação dos lotes adicionais e suplementares. Do total de cotas IRDM11 emitidas, cerca de 91% foram adquiridas por pessoas física.