Construindo seu Futuro: Setor logístico animado com mercado, beneficiando FIIs

Desde o final de janeiro, a temporada de resultados referente ao quarto trimestre de 2018 tem movimentado o mercado de ações. A Log Commercial Properties, única empresa listada na B3 com investimentos em galpões logísticos, reportou crescimento expressivo na área bruta locável entregue, além de surpreender com a baixa taxa de vacância do portfólio e o novo estoque a ser entregue em 2019, que já conta com dois terços da área locada, prevendo um cenário positivo para o segmento neste ano e à frente. A GLP, player global de instalação logística, também se mostra otimista com o cenário brasileiro, principalmente pelo crescimento do e-commerce, que demanda mais espaços logísticos em diversas regiões do país.

De acordo com as duas, ainda há desafios para o governo e empresas ao longo dos próximos anos, mas ambas mostram-se comprometidas em investir no Brasil e expandir suas atividades logísticas, o que pode tornar-se uma oportunidade para os fundos imobiliários que atuam nesse segmento, os quais, em nossa visão, poderão ter mais ativos disponíveis para avaliar e aumentar seus respectivos patrimônios.

Para nós, o mercado de galpões logísticos ainda poderá crescer expressivamente, dado que há grande concentração deste mercado no eixo São Paulo-Rio de Janeiro. Acreditamos que o crescimento do e-commerce e a necessidade de atender o cliente de maneira mais eficiente deverão fazer com que haja expansão regional, tendo o potencial de descentralizar os grandes centros de distribuição para pequenos núcleos de distribuição. Dessa forma, o mercado de fundos imobiliários pode ser beneficiado pela diversificação de portfólio e demanda por novas áreas para locação.

Na semana passada, enviamos aos nossos clientes um relatório sobre o momento dos fundos imobiliários de papel – fundos imobiliários que investem em títulos privados (CRI, LCI e LH). De modo geral, eles estão buscando aumentar seu patrimônio líquido por meio de novas emissões e, de fato, parece uma boa oportunidade, devido ao cenário macroeconômico, incluindo a taxa de juros em 6,5%.

Agora confira os destaques entre os fundos imobiliários de 8 a 15 de fevereiro:

TRNT: fundo do segmento de lajes corporativas comunicou ao mercado na quinta-feira, via fato relevante, que a Microsoft do Brasil, locatária de seis conjuntos do imóvel objeto do fundo, está inadimplente em relação ao aluguel referente ao mês de janeiro, em decorrência de problemas operacionais internos da companhia. Ainda no documento, a administradora, BTG Pactual, esclarece que o ocorrido impacta negativamente a distribuição de rendimentos do fundo em aproximadamente 23,3%.

BCRI: fundo de recebíveis publicou na quarta-feira o edital de convocação para a Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 28 na cidade de São Paulo. A assembleia terá como ordem dia a deliberação dos seguintes pontos: substituição do atual administrador, Banco Fator, pela BRL Trust e extinção da função de consultor de investimentos do fundo imobiliário. Caso sejam aprovados os pontos citados, será necessária a adaptação do regulamento do fundo e de sua política de investimento.

FLRP: fundo do segmento de shopping centers publicou no dia 8 a ata da Assembleia Geral Extraordinária, realizada no dia anterior, na cidade de São Paulo. A assembleia teve como ordem do dia aprovar a proposta de venda de 100% da participação detida pelo fundo imobiliário no Floripa Shopping, equivalente a 35,37%  do empreendimento, localizado em Florianópolis, Santa Catarina, pelo valor total de R$ 72,5 milhões, pelo FII XPML11, de forma que  70% do valor acordado seria pago na data de fechamento da transação e 30% do montante seria pago em 45 dias a contar do fechamento da transação, corrigido pelo IPCA (índice que mede a inflação oficial do país) com a consequente liquidação do fundo. Por maioria, a ordem do dia foi aprovada na íntegra.

Em decorrência do exercício do direito de preferência de um dos sócios do Floripa Shopping, o cheque a ser feito pelo XPML11 será menor que o previsto com participação do FII no empreendimento de aproximadamente 29%.

Esta edição fica por aqui!

Você está gostando da newsletter Construindo seu Futuro? Por favor, envie sua opinião para [email protected].

Uma ótima semana a todos!

Um abraço,

Raul Grego

Imagina investir em um ativo que paga dividendos mensais, é isento de imposto de renda e tem um alto potencial de valorização? Esses são apenas alguns dos benefícios alcançados por quem investe em Fundos Imobiliários.

O time de analistas da Eleven seleciona e recomenda os melhores do mercado no produto Fundos Imobiliários, sob o comando de Raul Grego.

Quer saber mais sobre essa janela de oportunidade? Conheça o Fundos Imobiliários!