É possível viver de renda

Viver de investimento e de renda é perfeitamente possível, mas é algo que exige conhecimento, planejamento e disciplina. Entenda.

Viver de renda ou rendimentos é possível, mas é algo que exige conhecimento, planejamento e disciplina. Uma vez que você se conscientiza em relação a esses três aspectos, consegue estabelecer uma rota e chegar até o seu objetivo.

Não acredita? Pois saiba que apesar das dificuldades que nosso país pode apresentar, nunca existiram tantas possibilidades para obtenção de renda e investimentos. É isso o que você verá a seguir no nosso passo a passo para viver de renda. Confira.

Crie uma meta para seus investimentos

Comece definindo objetivos mensuráveis, com uma quantia que você deseja ganhar no futuro. 1 milhão em 30 anos? 800 mil em 20? Avalie o quanto será necessário para que você tenha uma vida confortável em função de seus interesses e então calcule o tempo que será necessário para chegar a esse valor. Definir o prazo para resgatar esses investimentos é fundamental.

De uma maneira geral você pode pensar na definição de três objetivos:

  • curto prazo: formação de uma reserva de emergência financeira no valor de até 12 vezes o seu salário atual;
  • médio prazo: alguma compra ou viagem específica que você queira fazer;
  • longo prazo: formação da aposentadoria ou independência financeira.

Nos próximos tópicos você saberá melhor como se organizar em função de cada uma dessas metas.

Garanta a renda necessária

Uma vez que você determinou seus objetivos financeiros, é hora de pensar em como chegar até eles.

Mensalmente, você precisará destinar um valor a ser investido. A boa notícia é que, diferente do que muita gente pensa, ele não precisa ser elevado. Pense bem: se sua ideia for ter a sua independência financeira em 20 anos, então você poderá juntar esse dinheiro aos poucos para que no longo prazo ele se multiplique.

Para tanto, você precisa definir um valor a ser aplicado mensalmente. Considerando os tipos de investimentos possíveis, esse processo pode ser mais fácil do que você imagina.

Tenha uma fonte de renda extra

Fez os cálculos e se viu em dificuldade de poupar parte do seu salário? Então é hora de procurar por alternativas para aumentar a sua renda.

A economia compartilhada pode ser a solução. Com ela você pode usar seu carro para trabalhar como motorista de Uber, um imóvel para alugar no AirBnb e até mesmo prestar serviços de gastronomia com o Dinner.

Essa solução colaborativa oferece inúmeras possibilidades e cabe a você usar sua criatividade para aumentar a renda. Considere também outras opções como a venda de milhas de programas de fidelidade.

Conheça as opções para viver de renda e de investimento

Não deixe seu dinheiro parado na conta-corrente. Use-a somente para gastos do dia a dia, como em compras no supermercado e postos de combustível. O ideal é que seu dinheiro trabalhe para você e, nesse caso, nada melhor do que contar com os juros compostos como aliados, pois eles rendem mais do que os juros simples no longo prazo.

Dessa forma, você precisará investir nos veículos que potencializarão o seu dinheiro para que ele chegue ao valor estipulado. Serão eles quem farão com que o tempo trabalhe em seu favor. Neste caso, algumas das melhores opções são:

Invista de acordo com seus objetivos

Agora que você já tem seus objetivos estabelecidos, conhece a importância de ter os juros compostos ao seu lado e identificou as melhores opções de investimentos, então é hora de fazer escolhas.

Apenas como exemplo de como você pode montar a sua carteira de investimentos, apresentamos a seguinte situação.

Pensando em investir no curto prazo para compor sua reserva financeira de emergência, você pode usar o Tesouro Selic, pois ele apresenta liquidez diária, o que é ideal para facilitar o resgate.

Já no médio prazo, você pode considerar as Letras de Crédito (imobiliário ou do agronegócio) para fazer seu dinheiro render em alguns anos e você ter como pagar aquela viagem ou compra que planeja fazer. E, o melhor, esse investimento assim como outros, é isento de impostos de renda.

No longo prazo, o ideal é contar com opções que garantam alta rentabilidade e segurança em relação à inflação, como o Tesouro IPCA.

Estude o universo dos investimentos

A ideia deste artigo não é dar a você uma solução mágica para seus problemas financeiros, mas sim propor uma alternativa realista em função daquilo que existe à sua disposição e mostrar o que você pode fazer para viver de renda.

Sendo assim, não existe saída mais interessante do que a busca pelo conhecimento. Se você se dedicar a entender como funciona cada um desses investimentos anteriormente citados, bem como as melhores práticas de gestão financeira possíveis, certamente terá condições para tomar decisões acertadas no seu caminho.

Por isso, não deixe de se informar a respeito de fundos de renda fixa e variável, fatores que determinam a rentabilidade de cada investimento, como a variação da taxa Selic, por exemplo. Isso é muito importante para que você aprenda a identificar os investimentos mais rentáveis, de acordo com seus objetivos e momento de vida.

Quer aprender como alcançar este objetivo? Clique aqui e conheça o Inspirações!