FII BB Progressivo II

FGTS pode mesmo resolver o problema das incorporadoras? Como elas lidam com o saldo do FGTS. Confira isto e muito mais no post de hoje.

Em função do Fato Relevante veiculado pelo Banco do Brasil no dia 20/11/2016 com relação ao programa de reestruturação do Banco, optamos por analisar os possíveis impactos ao fundo em razão deste programa.

O Fundo de Investimentos Imobiliários BB Progressivo II é composto majoritariamente pelos ativos do Banco do Brasil, sede e agências. Assim, com o fechamento de 402 agências de um total de 5.424, o fundo poderia ser impactado tendo que buscar novos locatários para seus imóveis ou simplesmente desinvestir nestes imóveis caso seus imóveis estejam entre as unidades escolhidas.

Caso as agências fechadas pertencerem ao fundo, a multa a ser paga pelo Banco seria referente aos 5 anos de contrato restantes, como o yield médio do fundo é de 8,5%, o valor da multa total seria superior a 40%. Desta forma, permitindo o fundo a fazer um desinvestimento com um desconto, caso considere que o ativo não tenha uma segunda vocação.

Em nossa opinião, caso o banco opte por fechar alguma agência pertencente ao fundo, a melhor opção para a tentar obter isenção da multa é realizar uma substituição de ativos, entregando uma agência em funcionamento em troca da fechada desde que o seu valor de mercado e seu rendimento seja equivalente.

No entanto, vale a pena refletir a respeito da continuidade do modelo de agência física na atualidade. Há tendência de os bancos se transformarem em Fintechs e reduzirem a necessidade dos clientes de comparecer pessoalmente às agências. Para conhecer mais sobre a nossa opinião e recomendação dos principais bancos brasileiros assine nosso produto de Renda Variável.

E caso queira saber quais fundos de investimentos imobiliários recomendamos a compra, assine o produto clicando aqui.