Imposto de Renda em Renda Fixa

O imposto de renda em Renda Fixa ainda gera muitas dúvidas quando o assunto é investimento. Existem várias modalidades de investimentos com diversas formas de tributação. Antes de escolher o melhor investimento, este item precisa ser levado em consideração, já que o imposto reduz o rendimento que você receberá ao resgatar seus valores aplicados.

Então se você ainda tem alguma dúvida sobre este assunto, o texto abaixo vai te ajudar.

O que é o imposto de renda?

Como o próprio nome já diz, trata-se de um imposto que é cobrado sobre o rendimento, ou seja, somente sobre o lucro das aplicações e esta cobrança pode variar de acordo com o tipo de investimento e o prazo em que os valores permanecerão aplicados.

É importante conhecer como esta cobrança ocorre em cada modalidade de investimento, pois este item pode ser essencial na escolha do melhor investimento para sua carteira.

Tesouro Direto

No Tesouro Direto, a cobrança do imposto ocorre no momento do resgate, vencimento ou no pagamento de cupons de juros (caso sua aplicação tenha esta característica). Para aplicações com menos de 30 dias, ocorrerá a cobrança de IOF e IR, acima de 30 dias, somente IR. Ambos são cobrados com base em uma tabela regressiva, onde quanto maior o prazo, menor o imposto, conforme demonstrado abaixo.

IOF

Tabela de Imposto de renda em Renda Fixa

Tabela de Imposto de renda em Renda Fixa

CDB

No CDB o pagamento do imposto ocorrerá no momento do resgate ou vencimento da aplicação. Assim como no Tesouro Direto, a cobrança também acontece com base na tabela regressiva, tendo como base o tempo em que o valor está aplicado. Em investimentos com menos de 30 dias, além do IR, também ocorrerá o recolhimento do IOF e a tabela é a mesma demonstrada anteriormente para o Tesouro Direto.

 

Como ocorre a cobrança do imposto?

Em renda fixa, o recolhimento do imposto ocorre na fonte, no momento do resgate, vencimento da aplicação ou pagamento de cupons. Ou seja, o investidor não precisa fazer o recolhimento dos valores devidos, pois estes já são descontados de seu rendimento pelo banco ou corretora.

 

Investimentos Isentos de Imposto de Renda

Algumas modalidades de investimento têm seus rendimentos líquidos, ou seja, não possuem incidência de Imposto de Renda. Hoje a cobrança do imposto não ocorre sobre os rendimentos das aplicações em LCI, LCA, CRI, CRA, Debentures Incentivadas e poupança. (Quer conhecer mais sobre estes investimentos isentos de imposto? Então clique aqui.

Vale ressaltar que a não incidência de imposto sobre os rendimentos de algumas aplicações não faz delas, necessariamente, a melhor opção de investimento, como no caso da poupança, por exemplo, que mesmo sem ter imposto de renda é considerada um dos piores investimentos em relação ao seu rendimento.

 

Por isso, é importante conhecer todas as características das aplicações antes de tomar a decisão de investir e nós da Eleven Financial podemos te ajudar e te orientar a tomar as melhores decisões.