Frank Underwood x Jordan Belfort

Sem nenhum desrespeito às outras vítimas da tragédia, o falecimento do Ministro Teori Zavascki é um catalisador de uma série de eventos ainda imprevisíveis.

Depois de dois dias de absoluta irracionalidade, com o mercado tentando especular sobre todas as variáveis possíveis ligadas ao Trump, commodities, protecionismo, expansionismo, relações cambiais, aversão a risco, bolha chinesa e mais todas as teorias desengavetadas e retiradas de sebos direto do Soho Nova Iorquino, uma notícia ofusca todas as outras na parte final desta quinta-feira.

Uma verdadeira tragédia brasileira. Aqui não há, nem poderia, nenhum tipo de sentimento que não seja o de mais absoluto pesar. Não há como evitar uma verdadeira chacoalhada nas estruturas do poder nacional. Sem nenhum desrespeito às outras vítimas da tragédia, o falecimento do Ministro Teori Zavascki é um catalisador de uma série de eventos ainda imprevisíveis e que podem (e devem) deixar cicatrizes no coração e na alma de uma nação que busca renovar a esperança de tempos melhores.

Ibovespa

Ibovespa fechou em baixa de 0,31% e encerrou o pregão aos 63.950pontos. O principal índice da bolsa brasileira caiu com tensões vindas do mercado externo em decorrência das expectativas com a chegada da posse do presidente norte-americano. Inegável reconhecer a força que sustentou o principal índice da Bolsa brasileira perto dos 64.000 pontos mesmo com toda a pressão global recente e o medo do efeito Trump.

O destaque do Ibovespa ficou para as ações de papel e celulose, que em uma combinação de boas notícias, com perspectiva de um dólar forte e subida nos preços da celulose, viveram verdadeiramente um dia de “ano novo”. Suzano, Fibria e Klabin, que ainda acumulam queda em 12 meses de 6%, 23% e 13% respectivamente tem o que comemorar já no início de 2017. Maior fabricante de celulose do mundo, Fibria foi analisada por nossa equipe e tem uma visão clara assinada pela nossa analista Beatriz Martins.

Na ponta oposta ficaram três das protagonistas dos primeiros pregões do ano. Gerdau Metalúrgica, Gerdau S/A e Bradespar perderam 4,5%, 4,04% e 3,55%. Dois dias de queda do Minério de Ferro, somado às discussões de eventual supervalorização recente, representaram uma combinação insustentável e não somente os papéis derreteram como no mercado de opções as variações alcançaram níveis dignos dos momentos de especulação aguda. Não por acaso, nossa análise de GGBR4 chama “Ativo para quem tem nervos de aço”. Entenda a tese de investimento e oportunidade.

As consequências da tragédia

A projeção para os próximos dias no mercado é basicamente bipolar. Duas realidades que trazem de um lado, a essência de Frank Underwood, e do outro de Jordan Belfort.

Explico: Frank Underwood remete à Teoria da Conspiração. Liga a morte do Ministro ao seu papel como relator da Lava-Jato e tudo o que já foi desencadeado pelas decisões do Juiz Sergio Moro e, na maioria massiva dos casos, reiterada pelo STF. Nesta leitura haveria a inevitável consequencia da instabilidade institucional, insegurança jurídica e o consequente risco iminente de afastamento do capital internacional, podendo desencadear uma série de eventos com pouquíssima previsibilidade ou sequer condição de controlar os riscos para o mercado. Curiosamente, Thais Herédia finalizou hoje sua coluna no G1, na qual ressaltou a renovação das esperanças com a queda da inflação, lembrando dos riscos sobre a governabilidade oriundos dos desdobramentos da “delação do fim do mundo” e a sequencia da operação Lava-Jato.

Jordan Belfort tem a pegada inconsequente ou amoral de um operador de Wall Street a quem pouco importam os meios, desde que os fins sejam suficientemente lucrativos. Para adotar esta linha, a visão deveria ser de um raro pragmatismo em casos como este. Sem Teori Zavascki, a Lava-Jato perderia sua força, reduzindo o risco sobre a governabilidade e aumentando substancialmente as chances de Michel Temer concluir seu mandato em um ambiente político mais ameno, afinal, é inegável a extensão dos danos potenciais da jornada no MPF e da Força tarefa a todo o legislativo. Desta maneira, com menos incerteza política, independente do custo de longo prazo, os ativos tenderiam a seguir seu rumo forte de valorização e a onda compradora poderia ganhar ainda mais força.

Mais um caso de falsa dicotomia, que pode levar o mercado a precificar somente cenários extremos, como estes aqui apresentados, causando movimentos de intensidade não somente questionável, como relativamente frágeis e reversíveis.

É nosso papel levar a todos os nossos clientes de Renda Variável ou que investem na Carteira Eleven, que reflete nossa melhor sugestão tática de equilíbrio entre risco e retorno, a mais clara e técnica leitura de cada um dos sinais que determinarão as tendências do mercado financeiro nos próximos dias. Um dos nossos relatórios mais procurados, o Macro Brasil 2017 teve sua atualização publicada hoje, com nossas projeções sobre o dólar, juros, PIB e inflação para 2017. Esta é uma poderosa ferramenta de contextualização e compreensão do ambiente de negócios que acaba por determinar suas decisões de investimento, inclusive em Renda Fixa, modalidade na qual, os movimentos macroeconômicos, quando bem interpretados, fazem toda a diferença na performance.

Por fim nosso mais sincero pesar por esta tragédia, que independente dos eventos subsequentes, estará marcada na história do país em um dos momentos de transformação mais relevante nos conceitos e na cultura de nossa sociedade.

Preços